11 de mai de 2015

Mudança na prática 25: Professores elogiam ação do Governo do Maranhão para corrigir distorções de fluxo idade/série



Professores participam da primeira formação para correção de 
distorções do fluxo idade/série

Professores das redes municipais e estadual, que participaram da primeira formação para correção de distorções do fluxo idade/série em 68 municípios maranhenses, elogiaram a ação realizada, semana passada, pelo Governo do Maranhão, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A qualificação ocorreu no Colégio Marcelino Champagnat.
Com a participação de 325 professores, a formação faz parte do Programa Escola Digna – macropolítica educacional do governo Flávio Dino – dentro de um dos eixos estruturantes, que é o regime de colaboração com os municípios.

Durante a formação, os professores tiveram acesso a novas metodologias e outras possibilidades de trabalho com jogos e ferramentas lúdicas para auxiliar na aprendizagem de crianças do 3º ano do ensino fundamental – público alvo das ações de correção de fluxo. O mesmo trabalho será realizado também nos 30 municípios com baixos IDH.
“Estamos tendo acesso a um mundo novo de possibilidades, aprendendo uma nova didática, uma forma diferente de trabalhar com o aluno”, disse a professora Jucilene Silva, da escola Senador Alexandre Costa, que fica no município de Balsas.

De Caxias vieram seis professores para participar do curso. Quem está à frente do grupo é a coordenadora de Ensino Básico, Elisabeth Pereira de Almeida, que define o curso de formação como uma desconstrução. “Esses dias têm nos permitido desconstruir muitos conhecimentos para a construção de novos, esses dias têm sido muito interessantes”, afirmou.
Para a professora Rosimeire Araújo, da Unidade de Educação Básica Anjo da Guarda, escola municipal, aprender novas formas de ensinar tem sido engrandecedor. “Estamos assimilando novas formas de ajudar as crianças a pensar, novas provocações para desenvolver o raciocínio das crianças”, disse.

A professora que veio da cidade de Nina Rodrigues, da Unidade Integrada Professor Rodrigo da Silva, reforçou que os dias tem sido de aprendizagem. “Estamos tendo contato com um método prático, menos cansativo e mais prazeroso para as crianças, que aprendem brincando”, salientou.

Formação

A formação foi ministrada por uma equipe do Grupo de Estudos Sobre Educação, Metodologia de Pesquisa e Ação (Geempa), e coordenada pela educadora Esther Pillar Grossi, fundadora do Grupo e referência na busca de soluções para os grandes problemas da escola pública brasileira.

Por Anne Glauce Freire.
Foto-Matheus Marques.
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: