21 de jul de 2014

"Boca do Inferno" é afundar o Maranhão na vergonha e na indecência nestes quase 50 anos de domínio do grupo Sarney-Lobão. Rede Globo trata autoridades maranhenses de bandidos e ladrões.

A indecência humana é a refeição diária que o poder público serve ao povo do Maranhão. Que vergonha!

A cria e seus criadores: Deputado Paulo Neto, denunciado ontem (20) pelo Fantástico,  da Rede Globo, protagoniza junto com Roseana Lobão, João Alberto e Arnaldo Melo o anúncio de Edinho Sarney como candidato a governador da oligarquia.



A barbárie crua e nua, mas a ESPERANÇA TRIUNFARÁ!
Autoridades e funcionários de dois municípios do Maranhão foram tratados no programa “Fantástico” da Rede Globo de Bandidos. Chamadas assim mesmo: Ladrões. Essas autoridades cercaram e tomaram o equipamento de trabalho dos repórteres da emissora. 
A Globo provavelmente não será processada e condenada, mas eu seria se só dissesse que a emissora está correta. Não vou dizer. Qualquer jornalista do Maranhão seria. Isso se não lhe acontecesse coisa pior. Afinal, ainda não faz três anos que mataram um colega nosso, Décio Sá, por fazer denúncias semelhantes. 

 
O Maranhão afunda na vergonha. A indecência humana é a refeição diária que o poder público serve ao povo desse Estado. Havia autoridades entre as pessoas que atacaram a equipe da Globo. Havia policiais, secretários de municípios, parentes de prefeitos, parece que até um vereador entre aqueles homens. Que vergonha! 
Dois pobres municípios, Anapurus e Mata Roma, afundados na miséria pela corrupção adotada como modelo político nesse Estado. Dois pobres municípios e um esquema de corrupção que - foi a Globo quem disse, não me processem, não me condenem – já amealhou R$ 30 milhões. E, conforme alguns sites – conforme os sites, não me processem – o mesmo esquema se espalha por 23 municípios do Estado. E são esses prefeitos aliados de Edinho Lobão, o candidato a governador de José Sarney. 50 anos depois.
E o povo dessas cidades, mostrou a Rede Globo, não tem sequer onde fazer suas necessidades fisiológicas. 50 anos depois do domínio de Sarney e o povo do Maranhão não tem banheiros. Não tem banheiros. O povo do Maranhão não tem banheiros para usar. Pobre povo de Anapurus. Pobre povo de Mata Roma. Esse é o mais inexpugnável retrato da miséria humana. 
O Maranhão afunda na vergonha, na indecência. Mas não me processem, não me condenem, Foi a Rede Globo que mostrou.
  Por JM Cunha Santos, confira aqui!.
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu acho uma graça que um texto como esse deva ser levado a sério. Como um jornalista "sério", que quer ser dito, deveria dizer diretamente. Atacar diretamente, se quer atacar alguém. Não vejo como deveria dar credibilidade a um texto, e ao autor desse texto, escrevendo de forma tão infantil e leviana. A seriedade e a alma do jornalismo, e a credibilidade depende diretamente desse quesito.

Anônimo disse...

NEM ROSEANA NEM LOBÃO FILHO FORAM DENUNCIADOS NESSA MATÉRIA ENTÃO NÃO TEM LÓGICA DIZER QUE ELES TEM CULPA POR OUTRAS PESSOAS!

Maria Luiza disse...

So acho que nem tudo que acontece no Maranhão podemos culpar o Governo do Estado. Inclusive, devemos reconhecer a agilidade da policia nesse caso!