10 de ago de 2016

Contra Dilma, valeu até gol de mão




"A maratona de debates do Senado para resolver a penúltima etapa do processo de impeachment de Dilma terminou como se previa, com vitória da bancada dos aliados de Michel Temer. Mas Randolfe Rodrigues, Gleisi Hoffmann e Katia Abreu conseguiram mostrar as incoerências e até o ridículo das denúncias contra a presidente afastada. Dias depois de dizer que não tinha medo de ser chamado de golpista, Cristovam Buarque defendeu o afastamento de Dilma com argumentos parlamentaristas. Há 23 anos, em plebiscito,  uma maioria de 55% a 24% dos brasileiros anunciou sua preferência pelo presidencialismo", lembra o colunista Paulo Moreira Leite.
Com Brasil 247.

Nenhum comentário: