7 de jun de 2016

Os quatro que achavam que no Brasil só tinha patetas têm pedidos de prisão.

Os quatro que achavam que no Brasil só tinha patetas têm pedidos de prisão.



Pedidos feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, o ex-presidente José Sarney, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e o senador Romero Jucá, estão com o ministro Teori Zavascki, do STF, há mais de uma semana; os caciques do PMDB foram gravados por Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e delator da Lava Jato, e Janot os acusa de tramar contra a Lava Jato; Jucá tratou a saída da presidente Dilma Rousseff como uma forma de “estancar a sangria” da operação e perdeu o cargo; Renan defendeu mudanças na lei de delações premiadas, o que já era uma posição pública defendida por ele; Sarney, por sua vez, falava em buscar uma ponte com o ministro Teori Zavascki; em sua defesa, Sarney classificou Machado como "monstro moral." 


Com Brasil 247

Nenhum comentário: