2 de abr de 2016

Mudança na Prática 59: Diversas ações aproximam a Polícia da população e diminui índices de criminalidade


A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) aplica estratégias operacionais para a ampliação da segurança pública na região metropolitana. O patrulhamento a pé, em viaturas ou motocicletas tem sido intensificado nas principais vias da capital e em áreas consideradas vulneráveis, do ponto de vista da ação da criminalidade. Operações como a ‘Malha Metropolitana’, ‘Cerco Total’, ‘Transporte Seguro’ e ‘Alvorada’ expandem a visibilidade e a ostensividade policial em São Luís.

As ações enfatizam o envolvimento dos policiais com a comunidade, permitindo maior campo de abrangência ao trabalho, a partir de rondas e de um mapeamento prévio. A operação ‘Malha Metropolitana’ reforça a capacidade de deslocamento da força policial, com o posicionamento estratégico de viaturas em rotatórias. Com mais mobilidade e cobertura da cidade, as viaturas são capazes de alcançar áreas polarizadas com maior agilidade, facilitando o policiamento de forma global.

“Se o cidadão sabe que uma viatura está em determinado local, ele cria uma referência e isso faz com que ele tenha um conforto, porque sabe que, se precisar, ele pessoalmente poderá acionar a polícia com facilidade”, explicou o comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Frederico Pereira.

Além da ‘Malha Metropolitana’, a PM desenvolve outras operações simultaneamente. A operação Transporte Seguro executa abordagens a pedestres em paradas de ônibus e monta barreiras em locais onde foram registrados assaltos a ônibus com maior frequência. Avenidas da cidade, como a Avenida Daniel de La Touche, Guajajaras, Marechal Castelo Branco, Getúlio Vargas, recebem reforço policial.

A meta é coibir progressivamente a ação criminosa dentro dos ônibus e nas paradas. Apenas nos dois primeiros meses deste ano, foram apreendidas na região metropolitana 156 armas. Destas, 126 foram recolhidas em São Luís, 12,5% a mais que em 2014. No ano passado, o primeiro bimestre registrou em São Luís 112 apreensões de armas.

Durante as barreiras, policiais entram nos ônibus, monitoram a regularidade das circunstâncias e realizam revistas. O trabalho de revistas apreende, geralmente, armas brancas, com menores e mulheres, agentes mais constantes nos roubos a coletivos.

Outra ação da PM trabalha especificamente no horário de saída de trabalhadores para o expediente: a operação Alvorada acompanha a movimentação nos bairros da Cohab, Cohatrac e adjacências e Vinhais, Cohajap e Cohama, com policiais militares em motocicletas, a partir de 5h. Já a operação Cerco Total é desenvolvida aos finais de semana com o emprego de 22 viaturas, percorrendo bairros de maior incidência criminal.

O reforço nas ruas foi possível a partir do processo de reestruturação do sistema de segurança pública do Maranhão, um dos principais focos da gestão estadual. A reestruturação contará, ao todo, como 300 viaturas, dentre as quais 81 já circulam diariamente. Mais de 1500 policiais – entre militares e civis – também foram incorporados aos quadros da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSPMA) e engrossam as fileiras do patrulhamento no estado.

Apenas nos dois primeiros meses deste ano, foram apreendidas na região metropolitana 156 armas. Destas, 126 foram recolhidas em São Luís, 12,5% a mais que em 2014. No ano passado, o primeiro bimestre registrou em São Luís 112 apreensões de armas.

Por Carolina Nahuz.
Enviado por Eri Santos Castro.
#Compartilhe.

Nenhum comentário: