1 de dez de 2015

Prêmio Fapema 2015 homenageia mestres do saber popular


A cerimônia de entrega do Prêmio Fapema 2015 vai homenagear mestres do saber popular. O evento é realizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema). A cerimônia será realizada, na quarta-feira (2), no Espaço Gaia, na Ponta d’Areia, em São Luís.

Com o tema “Ciência, Tecnologia e Inovação na Promoção da Cidadania e do Desenvolvimento do Maranhão”, esta edição traz, entre as novidades, a concessão do título de Honra ao Mérito Saber Popular a cinco ativistas populares. Foram selecionados nomes que representam setores importantes da sociedade maranhense na luta pelos direitos de populações indígenas e negras, pela preservação do meio ambiente, na organização do movimento das mulheres e trabalhadores.

Os homenageados são o índio Francisquinho Tephot Canela, a ativista e assistente social Maria Luiza Mendes, o quilombola Inácio de Jesus Ribeiro, o pescador Alberto Cantanhede Lopes e a quebradeira de coco Maria de Jesus Ferreira Bringelo.

Para o presidente da Fapema, Alex Oliveira, a homenagem considera a contribuição do conhecimento dessas personalidades para a construção da cidadania. “A Fapema escolheu homenagear personalidades do Maranhão que, com o seu saber popular e experiências, sempre proveram a ciência e tem participações privilegiadas no processo de produção do conhecimento social”, comentou.

Alex Oliveira também ressaltou a importância da homenagem. “Esses nomes merecem o reconhecimento da academia por toda a relação que sempre mantiveram como pessoas que têm trabalhos em parceria com pesquisadores do estado do Maranhão. É inegável que são mulheres e homens que compartilharam seu conhecimento, representando segmentos da sociedade”, disse.

A 11ª edição do Prêmio Fapema é atribuída às categorias Pesquisador Júnior, Jovem Cientista, Dissertação de Mestrado, Tese de Doutorado, Pesquisador Sênior, Divulgação Científica, Inovação Tecnológica, Desenvolvimento Humano e Prêmio Especial. Esta última é uma nova categoria, voltada à pesquisa relacionada ao tema atual.

Concorreram ao Prêmio Fapema 2015, alunos do ensino médio ou técnico, de iniciação científica, mestres, doutores, profissionais graduados em comunicação social, pesquisadores, inventores e empresas. Foram julgadas 184 propostas por um comitê técnico-científico, das quais 41 foram aprovadas. Os vencedores serão premiados em dinheiro nos valores que variam de R$ 2 mil a R$ 10 mil.

 Por Flávia Batista.
Enviado por Eri Santos Castro.
#Compartilhe.

Nenhum comentário: