17 de dez de 2015

NO 1º round, Dilma vence batalha das ruas

:

As manifestações desta quarta (16) em defesa da democracia, contra o golpe e pela deposição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que ocorreram em todo o país, foram mais fortes e reuniram mais pessoas do que os atos pró-impeachment do último domingo (13); para se ter uma ideia, em São Paulo, mais de 55 mil pessoas se manifestaram contra o golpe, de acordo com o Datafolha; o número supera os manifestantes do ato de domingo, que reuniu 40 mil, segundo o mesmo instituto; um dos líderes do MST, Gilmar Mauro afirmou que o ato deve "colocar uma pá de cal" no impeachment; o movimento também uniu lideranças da esquerda: “Existem três bandeiras que unificam a esquerda e estamos nas ruas por elas. Hoje marca o início de uma nova situação no país. Os movimentos precisam se organizar para lutar”, disse Jorge Paz, candidato a vice-presidente na última eleição na chapa encabeçada por Luciana Genro, do PSOL; as três bandeiras a que ele se refere são o “não vai ter golpe”, o “fora Cunha” e o “fim do ajuste fiscal”; os protestos pró-Dilma ocorreram em 25 Estados e no Distrito Federal.

Do Brasil 247.
Enviado por Eri Santos Castro.
#Compartilhe.

Nenhum comentário: