5 de out de 2015

O ministro relator das contas da presidenta Dilma é latifundiário e iniciou sua vida pública na Arena, partido que sustentava a ditadura militar. Então, tá explicado!

Mais uma autoridade pública isenta, republicana e desinteressada politicamente... Segundo a página do TCU e a Wikipedia, "Joao Augusto Nardes é produtor rural e iniciou sua carreira política como vereador pela ARENA em Santo Ângelo-RS, entre 1973 e 1977. Foi deputado estadual pelo PDS, entre 1986 e reeleito em 1990 já pelo Partido Progressista Renovador. Em 1994 elegeu-se deputado federal, sendo reeleito em 1998 e 2002. Renunciou ao mandato de deputado federal para assumir o cargo de Ministro 
do Tribunal de Contas da União, eleito em 2005 com 203 votos pela Câmara dos Deputados (quando derrotou Jose Pimentel do PT e Omar Serraglio do PMDB." O desespero dos amigos do Aecio para encontrar um fato gerador junto ao TCU ou o TSE para a tentativa de Impeachment esta forçando qualquer critério técnico ou legal aceitavel. Nao se trata apenas de falta de isonomia de criterios para julgar as contas dos anos anteriores desde FHC, mas do fato de que todos adiantamentos ja tinham sido quitados ate dezembro e houve outros encontros de contas com os bancos publicos. É jogo bruto, vai ou racha? Com 8% de otimo/bom da presidente ou 3%, nao importa, esta oposicao venezuelana e tea party pretende esticar a corda ate onde?

Nenhum comentário: