13 de ago de 2015

Mudança na Prática 40: Governo oferece assessoria gratuita aos interessados em aderir ao Programa Mais Empresas

Antigamente o Governo do Maranhão tinha interesse de fortalecer e colaborar com a criação de novas empresas?

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Seinc), está oferecendo assessoria gratuita aos empresários interessados em aderir ao Programa de Desenvolvimento Industrial e de Integração Econômica do Estado do Maranhão – ‘Mais Empresas’. A iniciativa tem o intuito de aumentar o número de cartas consultas apresentadas e acelerar a entrada de empresas no programa, buscando melhorar os indicadores de atração de indústrias e geração de empregos no Estado.

O programa, criado pelo governador Flávio Dino, tem o intuito de fomentar e diversificar a matriz industrial e agroindustrial do Maranhão, prevendo benefício de até 95% em renúncia tributária para novas empresas instaladas no Estado, com prazo prorrogável por até 30 anos.

Para ter acesso às informações sobre o ‘Mais Empresas’ e a assessoria para a adesão, basta o empresário acessar a página da Seinc na internet (www.seinc.ma.gov.br) e acessar o link ‘programa de incentivos aos investimentos produtivos’. O contato poderá ser feito, também, pelo número: (98) 3235-8621 e, ainda, na sede da Seinc, na Avenida Professor Carlos Cunha, s/nº, Edifício Nagib Haickel, 1ª andar, Calhau.

O secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, explica que a assessoria gratuita pretende ajudar os empresários interessados no programa, a preencher corretamente a carta consulta e sanar dúvidas. “Muitos empresários encontram dificuldades na hora de preencher a carta consulta. Por isso, estamos promovendo assessoria gratuita, para ajudar o empreendedor a aderir ao ‘Mais Empresas’, de forma a acelerar o processo de adesão. Esse programa de incentivos tributários atende as determinações do governador Flávio Dino, de promover emprego, renda e incentivar o empreendedorismo no Maranhão”, explicou o secretário.

Por Mayara Rêgo,
Enviado por Eri Santos Castro.
#Compartilhe.

Nenhum comentário: