9 de mai de 2015

Babilônia em chamas: João Castelo diz que a mudança de Edivaldo foi pra pior e já articula candidatura a prefeito de São Luís

João Castelo se articula pra ser candidato a prefeito de São Luís.
Em entrevista ao jornalista Diego Emir, o deputado federal João Castelo deu, pela primeira vez em três anos, sua opinião sobre a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Jr. “O que essa gestão fez depois de quase três? O que eu ouço do povo é que não fez nada”, disparou.

Castelo demonstrou grande insatisfação com o prefeito. Principalmente pelas declarações dadas por Edivaldo Holanda Jr no início da gestão. Para o deputado, enquanto reclamava da herança recebida, o prefeito acabava com conquistas deixadas. “O Programa Bom Peixe ele fechou, a Domingueira ele acabou, a Blitz Urbana ele sucateou, a passagem de ônibus ele aumentou e o programa do Corredor Urbano, que iria render milhões de reais para melhorar o trânsito, ele abandonou e o governo do estado teve que assumir”, disse.

O deputado fez uma comparação entre sua gestão e a de Edivaldo. Segundo ele, a comparação deixa clara a diferença entre as duas.  “Logo no primeiro ano de nossa gestão entregamos a nova avenida Santos Dumont. Uma obra grande que acabou com décadas de sofrimento do povo daquele local. Depois fizemos a Mauro Bezerra, que resolveu outro problema crônico no Caratatiua. Ainda no começo da gestão veio o Leite na Escola, o fardamento gratuito para os estudantes, a diminuição da passagem aos domingos para as pessoas poderem ter mais lazer e o Bom Peixe”, disse.

O deputado seguiu enumerando realizações. “Desde o começo trabalhamos em problemas que já se arrastavam por décadas e o empenho seguiu durante a gestão. Foi assim na avenida Mário Andreazza, no Parque Vitória, Barramar, mercados da Cohab e Liberdade e com o prolongamento da avenida Litorânea. Do meio para o fim da gestão recuperamos todas as grandes avenidas da cidade e asfaltamos vários bairros, especialmente a Cidade Olímpica e o Conjunto São Raimundo. Na zona rural, que era esquecida, foram 46km de asfalto. Todas obras que estão aí sendo desfrutadas pela população”.

Para castelo, o ritmo de trabalho entre as duas gestões também é outro diferencial. “Minha gestão apanhava dia e noite dos meios de comunicação dos sarneys e não tinha um mínimo de suporte do governo. Isso não me serviu de desculpa para ficar choramingando ou ficando preso no gabinete. Só existe um caminho contra a adversidade que é o enfretamento. E nós enfrentamos os problemas”.

Para Castelo, o prefeito prometeu ser melhor e fez pior. “Na eleição passada ele disse que seria a mudança. De fato, o cidadão que me encontra na rua diz que mudou, que a cidade mudou muito nos últimos três anos. Mudou para pior”, finalizou.

A entrevista completa pode ser acessada em: http://diegoemir.com/

Nenhum comentário: