16 de abr de 2015

Babilônia em chamas: Marina não embarca na onda dos 'coxinhas' e defende mandato de Dilma. Eliziane concorda com Marina

"Há uma campanha pedindo o impeachment da presidenta que foi eleita há poucos meses. Compreendo a indignação e a revolta, mas não acredito que essa seja a solução. Talvez o resultado não seja o pretendido retorno à ordem, mas um aprofundamento do caos."
MARINA SILVA, EX-CANDIDATA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

Nota do Jornal Pessoal Eri Castro: A deputada Eliziane Gama acompanha Marina nesse entendimento. Nesse sentido, o partido Rede soma com os demais partidos de esquerda (PCdoB, PSB, PDT,PSOL e PT) na defesa da democracia e contra o golpismo do impeachment da direita capitaneada pelos presidentes do Senado Renan Calheiros e da Câmara Eduardo Cunha, ambos indiciados pela Polícia Federal por corrupção.

No 5º Congresso do PT, o ex-governador Tarso Genro defenderá uma aproximação do PT ao partido REDE de Marina Silva. Assim sendo, nas eleições municipais o PT poderá caminhar junto com o partido REDE, inclusive em São Luís onde a presidenta Dilma e o ex-presidente Lula, não obstante do resto do país, alcançam 68% e 79% de popularidade-avaliação positiva.

Nenhum comentário: