13 de set de 2014

Enquanto isso no RS: Tarso Genro faz "Bicicletarso"

NOTA DO JORNAL PESSOAL: "UMA EXCELENTE IDEIA PARA FLÁVIO: PARTICIPAR DA ABERTURA DO PASSEIO DE BICICLETA QUE MILHARES DE CICLISTAS REALIZAM DA LAGOA-ARAÇAGY-LAGOA, ASSIM SINALIZA PARA A CONSTRUÇÃO DE CICLOVIAS NO MARANHÃO E PARA UM NOVO ESTILO DE VIDA"

Tem um sabor simbólico especial a nossa atividade "Bicicletarso" no dia de hoje. Face a brutal rapidez dos acontecimentos e a natureza do desenvolvimento consumista da nossa sociedade, vamos perdendo o gozo e a fruição do espaço urbano. Às vezes pelas urgências da luta pela vida, às vezes pelos estímulos artificiais do mercado.

A recuperação de uma mobilidade urbana decente é um elemento importante para recuperarmos o gosto pela cidade, o direito a fruição de seus espaços e a própria democratização do uso dos espaços públicos.

Podemos ter a utopia de que um dia os meios "alternativos" de locomoção serão predominantes e a cidade será menos hostil e mais fraterna. É isso que senti, hoje, no "Bicicletarso" com os apoiadores da minha candidatura de vários partidos políticos e sem partido.

Alguns cínicos dizem que as utopias são sempre autoritárias. Respondo que sem utopias não vale a pena viver. Sem utopias, somos mercadorias que se cruzam sem olhares, sem utopias perdemos o gosto pela vida e o gosto pela luta. 

Obrigado companheiros do "Bicicletarso" de hoje e dos movimentos de todos os dias.

Nenhum comentário: