23 de jul de 2014

Saiu no Uol Notícias: "Petistas dissidentes lançam comitê de apoio a adversário dos Sarney no MA"

'
Comitê criado por petista fica na avenida Beira-Mar, área nobre de São Luís
Insatisfeitos com a aliança do PT com o PMDB, dissidentes petistas lançam nesta quarta-feira (23) um comitê de apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff e ao candidato ao governo Flávio Dino (PC do B).

Os petistas são contrários à aliança do partido com o Edson Lobão Filho (PMDB), candidato apoiado pela governadora Roseana Sarney (PMDB) e que representa o grupo que governa o Estado.

O PT ocupa cargos no governo de Roseana e chegou a eleger o vice na chapa vencedora, porém Washington Luiz renunciou ao cargo para ocupar a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

O comitê será lançado no final da tarde de, na avenida Beira-Mar --área nobre de São Luís. O candidato Flávio Dino já confirmou presença ao evento.

Segundo os dissidentes, apenas uma parte minoritária decidiu apoiar Lobão Filho e reclamam da interferência do Diretório Nacional do PT no Estado, assim como ocorreu na última eleição para o governo.

"A gente compreende as alianças nacionais, mas no caso do Maranhão tem uma particularidade: em 2010 a maioria já tinha decidido apoiar Flávio Dino [contra Roseana Sarney] e assim permanece até hoje. É uma força que não temos como contrariar. Não há como controlar a militância. É uma coisa inconciliável, intransponível", disse Márcio Jardim, integrante do partido no Estado e no diretório nacional.

O dirigente afirma que a militância não teme punição do diretório nacional pela medida. "Oficialmente não há nenhum tipo de decisão, de ameaça. A direção nacional compreende a situação. Sabemos que a orientação não é essa, mas eles têm sido compreensivos porque punir quem apoia Flávio Dino, na prática, significa fechar o partido", afirmou.

Jardim ainda alega que a direção nacional, apesar de impor a aliança, impediu o PT de indicar o vice, como era especulado antes da convenção. "Com o grau de desgaste da oligarquia, ter um vice poderia contaminar a campanha a campanha de Dilma", analisou.

A coligação "Pra frente Maranhão", de Edson Lobao Filho, informou que já entrou com recurso no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) para impedir que os petistas usem o símbolo do partido e a imagem da presidente Dilma no comitê. O argumento é que o PT está coligado com o PMDB, o que impede o uso de imagens sem autorização.

O UOL entrou em contato com o Diretório Nacional do PT, que indicou procurar o Diretório Estadual do Maranhão para comentar sobre o comitê. A reportagem entrou então em contato, mas a atendente não soube informar se haveria assessoria de imprensa no diretório e disse que não havia ninguém da direção para falar sobre o tema.

Nenhum comentário: