22 de jul de 2014

Para entender Flávio Dino e Edinho Lobão ou a diferença entre a Esperança e a Barbárie

O pai de Flávio Dino, advogado Sálvio Dino, foi cassado e perseguido pela ditadura.

O pai de Edinho Lobão, senador Edison Lobão, foi aliado e apadrinhado pelos ditadores.

Flávio Dino foi líder estudantil no antigo 2º grau e na Universidade Federal do Maranhão.

Antes de o pai, Edison Lobão, ser governador, Edinho Lobão possuía uma padaria em Marabá, no Pará.

Flavio Dino foi advogado de movimentos sociais, sindicatos, e de quilombolas.

Com pai Lobão no governo do Estado, Edinho Lobão, ascendeu no meio empresarial, adquirindo emissoras de TV, rádios, helicópteros, construtoras, etc.

Flávio Dino, aos 23 anos, foi aprovado em concurso para Professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Maranhão; aos 25 anos de idade, foi aprovado em primeiro lugar em concurso para juiz federal.

Como juiz federal, Flávio Dino foi presidente da AJUFE, Associação dos Juízes Federais do Brasil, por dois mandatos, em eleição direta.

Flávio Dino foi Secretário Geral do Conselho Nacional de Justiça, e atuou de forma decisiva para combater o nepotismo no Judiciário, na elaboração da Sumula 07/CNJ;

Edinho Lobão se valeu do nepotismo para ser lançado suplente de senador na chapa do pai, senador Edison Lobão e, hoje, diante do afastamento do pai para exercer o cargo de ministro de minas e energia, Edinho ocupa a vaga de senador.

Flávio Dino deixou o judiciário federal e foi eleito deputado federal em 2006, tendo sido o deputado mais atuante do Maranhão no Congresso Nacional. 

Flávio Dino foi presidente da Embratur.

Ambos são candidatos a governador.


Do Blogue Jorge Vieira, confira aqui! 
 Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Um comentário:

Anônimo disse...

Foi olhando pra trás que a "velha política" se instalou no cenário político brasileiro. Não adianta ficar rebuscando o passado de parentes desse, ou daquele outro.
Por exemplo, no presente: Dino apresenta propostas nulas (construir hospital do cancer onde já existe).
É olhando pra frente que se anda.