14 de dez de 2013

As mulheres corajosas que vestem saris cor-de-rosa e usam cajados para se defenderem de preconceitos


MULHERES DO MUNDO...

Aos 12 anos ela foi casada, contra seu desejo. Cozinhava para a toda família do seu marido, arrumava os pratos e água sobre a mesa, depois os via comendo, sem poder falar e nem comer. Permanecia ali, sempre atenta a qualquer pedido, até que saciados eles se levantavam, ela então podia se alimentar com as sobras, sempre por último. Nunca apanhou do sogro, mas incontáveis são os casos de outras meninas que apanham e são violentadas dentro da casa do próprio marido ou nas ruas. Em seu país, oito mulheres se suicidam por dia, há 3 milhões de prostitutas, sendo 40% meninas... Um dia ela não suportou e gritando ao mundo descobriu que sua voz era o som de todos os silêncios. Chama-se Sampat Pal Devi, nasceu na Índia. Hoje é seguida por mais de 40 mil mulheres que usam um cajado para se defenderem da violência e dos preconceitos, e vestem saris cor-de-rosa. As flores, ao vê-las passar, desconfiam que um dia foram como elas...

Nenhum comentário: