4 de abr de 2016

Perceberam que o tiro saiu pela culatra

A Folha está indócil e mordida, desesperada mesmo. Mandou o editorial apocalíptico de domingo ao entardecer de sábado, aflita, por três motivos:
1 -- As coisas não estão saindo como esperava no Congresso, onde o PMDB frustrou-lhe o roteiro anunciado de desembarque total. Temer não entregou a mercadoria e ainda foi chamado de burro e precipitado por outros caciques do partido.
2 -- Ela que tem instituto de pesquisa, sabe que a manifestação de quinta foi retumbante, uma onda de energia de norte a sul, de leste a oeste. Em dia de semana, sem catraca aberta em SP, sem convocação dos Grandes Irmãos da Mídia. Também sabe que essa onda vai se espalhar com o mote da "defesa intransigente" da Democracia lançado por Chico Buarque no Largo da Carioca.3 -- A Cadeia da Legalidade ganhou outro inestimável impulso ontem em Fortaleza. Um verdadeira explosão popular. Tudo que eles temem estava ali: Lula no meio da multidão com todas as barreiras quebradas. Isso vai se repetir em todo o país..
Agora é a Folha e seus cúmplices de Golpe que precisam correr contra o tempo.

Nenhum comentário: