14 de mar de 2016

PMMA inicia aulas para 120 alunos da Escolinha de Música



O secretário de Segurança Jefferson Portela, o coordenador do projeto Cel Carlos Augusto e o juiz Fernando Mendonça

A Polícia Militar do Maranhão (PMMA) apresentou, na última sexta-feira (11), no auditório do Palácio Henrique de La Roque, em São Luís, 120 alunos da primeira turma da Escolinha ‘Dó, Ré, Mi’, da Banda de Música da Corporação.

O projeto social é coordenado pelo coronel Carlos Augusto Castro Lopes, que tem o objetivo de promover inclusão social por meio da música a jovens de 10 a 16 anos de idade, de comunidades residentes carentes. Participam dessa primeira turma crianças dos bairros Jaracaty, Buriti do Sítio Santa Eulália e Alto da Conceição, além de dependentes de policiais militares.

A solenidade foi presidida pelo Secretário de Estado de Segurança, delegado Jefferson Portela e contou com as presenças dos coronéis José Frederico Pereira e Jorge Luongo, comandante-geral e subcomandante da PMMA, além de diversas autoridades civis e militares, de representantes do poder judiciário, eclesiástico e familiares dos alunos.

Para Jefferson Portela o projeto da escolinha de música marca o início de uma nova história na vida de jovens que foram selecionados para aprender a teoria e prática musical. “Aqui estamos diante de um projeto que com certeza o Governo do Estado ampliará para outras cidades do Maranhão. A música é uma ferramenta poderosa para formar cidadãos e capacitá-los para uma profissão construída com dedicação e estudo”, destacou o secretário de Segurança.

O coordenador do projeto, coronel Carlos Augusto, ressaltou que a PMMA se sente honrada em apresentar a sociedade maranhense um dos seus projetos mais valiosos que educa criança para um futuro melhor. “Aqui nasce uma semente de um projeto pioneiro e que enche de orgulho a PMMA. A música é um dos melhores caminhos para esses jovens na formação da educação, caráter e personalidade”, frisou o coronel.

O coronel Pereira, comandante-geral da PMMA, garantiu que não medirá esforços para que o projeto seja assistido da melhor forma possível e possa abranger o maior número de crianças em situação de vulnerabilidade.

Da assessoria.
Enviado por Eri Santos Castro.
#Compartilhe.

Nenhum comentário: