27 de abr de 2015

A retina conservou as cores dessa feliz vivência: Família Santos

Família é bom e não tem contra-indicação. Ontem uma sessão de nostalgia levou a saudade rememorar parte da minha infância. Pinheiro-São Luís, São Luís- Pinheiro. A retina conservou as cores dessa feliz vivência: meus avós, tios, primos e minha querida mãe Maritite. 

Ontem foi o 70º aniversário do tio Zé Manuel-Contador e empresário, precursor do porto do Itaqui, exportando para a Europa e EUA óleo babaçu da COPISA (Companhia Pinheirense Industrial S.A.) e COPASA (Companhia Pinheirense Agroindustrial S.A.) e depois dirigente das farmácias e laboratórios Santos em conjunto com minha mãe Maritite- In Memória, tio Naldo, tia Delfina-In Memória e tia Licinha-Famacéutica. 

Reencontrei a prima Fátima-ambientalista e empresária, filha do tio Santinho-In Memória, acionista majoritário da COPISA, DUNORTE E SANDROGAS. Quero agradecer ainda as acolhidas dos primos Valéria-Odontóloga, Marco Antônio-Cardiologista, Lucídio-Advogado, Cláudio-Arquiteto, Fábio- Advogado,Wendel-Pedagogo, o tios Zé Augusto- Geólogo, Zé Delfin- Médico e as tias Gracinha-Professora e Bibi-Professora aposentada da UFMA.

Nenhum comentário: