26 de jan de 2015

Conheça o Mais IDH

O governador do Maranhão, Flávio Dino, instalou no último dia 08 de Janeiro,  o Comitê Gestor do Plano de Ações Mais IDH. O Plano é o principal Programa do atual governo para combater a extrema pobreza e as desigualdades sociais no Estado. O Comitê Gestor, formado por 11 secretarias e órgãos de Estado,   será responsável por promover as políticas públicas articuladas em setores como: combate ao analfabetismo e a precarização das escolas públicas, fornecimento de água, habitação, geração de emprego e renda e produção na agricultura familiar.
As propostas do Plano de Ações Mais IDH serão coordenadas pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e chegarão aos 30 municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).
“Vamos desenvolver o Maranhão e combater a pobreza que atinge grande parte da população. Vamos mostrar que é possível fazer tudo isso com um governo focado em melhorar a vida dos que mais precisam”, afirmou Flávio Dino  na reunião que  instituiu o comitê.
Reuniões com prefeitos e sociedade estabelecerão as prioridades
Nesta segunda-feira (26) , o governador Flávio Dino se reunirá no Palácio dos Leões  com os 30 prefeitos dos municípios incluídos no Programa Mais IDH para começar a discutir quais as ações prioritárias do governo para melhorar a qualidade de vida nas cidades.
Flávio Dino também se reunirá com representantes dos Sindicatos de Trabalhadores Rurais e da Sociedade Civil para estabelecer diálogos sobre as ações do plano.
Além do Governador Flávio Dino, dos prefeitos e de representantes de sindicatos e da sociedade civil, os membros participarão também do encontro, os membros do Comitê Gestor do Mais IDH formado pelas secretarias de Desenvolvimento Social, Articulação Política e Assuntos Federativos, Saúde, Educação, Agricultura Familiar, Trabalho e Econômica Solidária, Cidades e Desenvolvimento Urbano, Igualdade Racial, além da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc).
Da assessoria.
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: