12 de jan de 2015

Anita Ekberg: "A doce vida" e "A amarga vida"


Anita aos 83 anos..." A amarga vida".  Inexorável ditadura biológica que impõe finitude à vida!

Anita aos 19 anos..."A doce vida"

A atriz sueca Anita Ekberg, imortalizada por Federico Fellini no filme "A doce vida" (1960), morreu neste domingo em Roma, aos 83 anos, confirmou a sua advogada, Patrizia Ubaldi, acrescentando que a artista havia sido hospitalizada após o Natal por conta de uma "série de doenças". Segundo site do jornal "La Repubblica", Anita estava internada em Rocca di Papa, na província da capital italiana.

Em "A doce vida", no qual atuou ao lado de Marcello Mastroianni, ela protagonizou a icônica cena em que se banha na Fontana di Trevi. A sequência se transformou numa das mais famosas da história do cinema

Filha de médico, Kerstin Anita Marianne Ekberg nasceu em 29 de setembro de 1931 em Malmö, em uma família de oito filhos. Eleita Miss Suécia 1950, foi para os Estados Unidos participar do Miss Universo. Não venceu, mas ganhou um convite do ator John Wayne para um de seus primeiros papéis no cinema, em "Rota sangrenta" (1955).

Em Hollywood, a eterna sex symbol fez filmes como "Guerra e paz" (1956) e "Artistas e modelos" (1955), com Jerry Lewis. Em 1956, venceu um Globo de Ouro na categoria atriz mais promissora. Seu último trabalho foi na série italiana "Il bello delle donne" (2001–2003).

Anita manteve uma relação problemática com a Suécia. Ela nunca chegou a atuar numa produção sueca, e era frequentemente criticada pela imprensa local por ter deixado o país.

Ela foi casa com o ator britânico Anthony Steen de 1956 a 1959. Em 1963, casou-se com o ator Rik Van Nutter. Divorciou-se dele em 1975.

Da Globo-Filmes
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: