4 de jul de 2014

Babilônia em cinzas: Crise sem fim na base do governo

Sem perspectiva de vitória na eleição majoritária, os representantes da oligarquia Sarney na eleição proporcional iniciaram um verdadeiro processo de desintegração do grupo. Por conta da guerra de bastidores, o presidente do PTRB, Soliney Silva, autorizado pela direção nacional a conduzir o partido no processo eleitoral, foi aos tapas com o deputado Carlos Filho, após ameaçar não lhe conceder legenda para disputar a reeleição.

Após a briga feia entre os dois aliados de Roseana, apartada pelo empresário Fernando Sarney, para evitar que o barraco tomasse proporções imprevisíveis, a assessoria de imprensa do PRTB distribuiu nota à imprensa afirmando que o partido não dará legenda para Carlos Filho disputar a reeleição de deputado estadual (leia abaixo).

Segundo definiu um importante parlamentar da base do governo, na manhã de hoje, para um grupo de jornalistas que cobrem as atividades do Poder Legislativo, entre os quais o titular do deste blog, “é tempo de murici, cada um que cuide de si”. E completou: “eu estou preocupado é com minha reeleição, pois minhas bases votam comigo, mas querem votar em Flávio Dino. Se eles querem assim, assim seja”.

Conforme o parlamentar, considerado do “alto clero”, “as lideranças do grupo sabem que vão perder a eleição e estão querendo apenas salvar alguns apadrinhados, como Carlos Filho, Adriano Sarney, entre outros que se vierem para a Assembleia, certamente, ficarão aqui calados porque são burros e desqualificados”, sentenciou a fonte.

“Nós ainda temos a nata dos políticos, mas o povo está é com Flávio Dino e é por isso que estão atropelando todo mundo, para eleger filho, filha, sobrinho, genro. Esse grupo já se desintegrou e eu não tenho a menor esperança de que o candidato Edinho Lobão tenha condições de reverter esse quadro altamente favorável a oposição”, observou a fonte.     

"PRTB não dará legenda para Carlos Filho disputar vaga de deputado estadual"

Atendendo uma exigência da direção nacional do PRTB, a executiva estadual da legenda no Maranhão decidiu que o deputado estadual Carlos Filho, não concorrerá a reeleição. Isto ocorre, pois a prioridade número um do partido será eleição de deputados federais, desta forma o parlamentar irá entrar na disputa por uma vaga para a Câmara Federal.

A decisão foi baseada na resolução nacional 005/2014 do PRTB, deputados estaduais de mandato poderão ser indicados para a disputa de federal, a fim de fortalecer a nominada do partido e garantir assim a representatividade na Câmara Federal.

Existe a possibilidade de outro deputado estadual do partido ser incluído na lista, este seria o Stênio Rezende, mas por conta de algumas negociações, a decisão ainda não foi tomada.

Além de tomar esta decisão, o comando do PRTB no Maranhão, anuncia que o partido não integrará mais nenhuma coligação proporcional na base governista, caso as negociações não sejam conduzidas de outras forma. De acordo com o presidente Soliney Silva, existe uma clara tentativa de beneficiamento a candidatos a apadrinhados a diversos nomes.

“O PRTB não concorda com o apadrinhamento político de A ou B, não vamos aceitar essa formação de chapinhas para beneficiamento de alguns nomes”, informou Soliney.

Apesar de ter tomado essa decisão de não coligar mais com nenhum partido da base governista, o presidente do PRTB no Maranhão, faz questão de deixar claro, o seu apoio a candidatura de Lobão Filho, porém para Senado, também não há nada fechado.

“Quanto a disputa majoritária para o governo nada muda, seguiremos com Lobão Filho, temos um compromisso com ele, quanto ao Senado, ainda iremos analisar”, finalizou.

Do Blogue Jorge Vieira, confira aqui! 
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: