30 de jun de 2014

Por que ninguém que ser vice de Edinho Lobão e nem ser o seu candidato a presidente da república?


No mesmo dia em que o PT Nacional vetou mais uma vez a indicação de um candidato a vice-governador na chapa do senador Edison Lobão Filho, candidato ao Governo do Estado pelo PMDB, a presidente Dilma Rousseff (PT) fez um senhor afago no principal adversário do peemedebista, Flávio Dino (PCdoB).

Durante a convenção nacional dos comunistas, realizada sexta (27), em Brasília, a presidente referiu-se ao pré-candidato do PCdoB como “nosso Flávio Dino, candidato a governador do Maranhão”, ao saudar o pré-candidato, que compunha a mesa dos trabalhos.

Durante a convenção, o PCdoB confirmou o apoio à reeleição de Dilma. Dino deve usar isso para tentar desvincular sua imagem da de Aécio Neves, pré-candidato a presidente do PSDB, partido que indicou o candidato a vice-governador na chapa do comunista.

A notícia não foi bem recebida no comando da campanha do PMDB.

Nenhum comentário: