5 de jun de 2014

Babilônia em chamas: Na Kabbalah ninguém consegue manipular com propinas ou tráfico de influência


“De acordo com a Cabalá, o mundo espiritual é o mundo de nossa alma. Lá existem valores eternos, não são temporários como os do mundo físico. Portanto, precisamos reeducar nossas consciências para perceber esse mundo com valores que são diferentes de nosso mundo.”

Temos de saber as leis da reencarnação, para garantir que nessa vida possamos pagar toda a nossa dívida cósmica.’
...

“Podemos mentir, podemos até subornar o sistema jurídico, o juiz, os advogados ou a testemunha. (Isso no mundo físico). Mas o sistema das leis universais, ou cósmicas, não conseguimos manipular, mudar ou dar propina, não tem como: quem criou essas leis do Universo foram nossas almas. Cada alma, no Paraíso, por livre arbítrio, aceitou essas leis, sabendo que todas as leis da reencarnação, são para ajudar e proteger nossas próprias almas.”

‘Viver para renascer, nascer para reviver.’

‘Quando a pessoa nasce, a alma morre, e quando a pessoa morre, a alma nasce.’

‘Entre o nascimento e a morte, passamos por um processo que a Kabbalah explica ser o processo do tikun, a correção de nossa alma.’

‘Admitir e assumir a responsabilidade dos erros do passado, para corrigi-los aqui no presente.’

“O Paraíso não é um lugar físico, Adão e Eva não eram pessoas físicas, é um código que representa a consciência da alma coletiva.”

Assista um trecho realizado durante a palestra “Kabbalah e Reencarnação”, no link: http://www.youtube.com/watch?v=LpJS75pic7I
O áudio integral em mp3 está disponível para download no link: http://www.josephsaltoun.com.br/loja/loja-virtual/audio/reencarnacao/

Nenhum comentário: