28 de fev de 2014

As pressões de Roseana Sarney sobre Arnaldo Melo e a chantagem de Luís Fernando

roseana sarney 300x171 As pressões de Roseana Sarney sobre Arnaldo Melo e a chantagem de Luís Fernando
Sobre dificuldades com Arnaldo Melo, Roseana anda dizendo: “Estou revoltada!”
A sucessão (ou golpe) de Roseana Sarney se tornou um problema maior do que a oligarquia poderia imaginar. Com a faca e o queijo na mão, Arnaldo Melo (PMDB) exerce a presidência da Assembleia e surfa na onda favorável. Poderá vir a ser o governador do Maranhão – biônico, é verdade – eleito pelo voto dos deputados para exercer o restante do mandato de Roseana, caso ela deixe o governo para assumir o Senado.
Acontece que Roseana Sarney e seu grupo querem, a todo custo, fazer com que o governador biônico seja mesmo o pré-candidato do PMDB, Luís Fernando Silva. A avaliação política do grupo é de que sem a caneta na mão, Luís Fernando não poderá se diferenciar durante as eleições.
Isso porque a prática corriqueira do grupo Sarney sempre foi de chantagem e compra de votos. Sendo Luís Fernando governador-tampão, ele disputaria as eleições de outubro no exercício do cargo de governador e poderia potencializar a compra de votos – velha tática dos amigos do grupo Sarney.
Para alcançar o objetivo de eleger o seu “testa-de-ferro” governador biônico, Roseana Sarney tem feito todo tipo de chantagem e baixarias contra o presidente da Assembleia. Arnaldo Melo joga pesado para se viabilizar governador – são pelo menos nove meses como verdadeiro mandatário do Maranhão.
Arnaldo Melo até pensou em ceder a um acordo rápido com Roseana Sarney, mas voltou atrás e reavalia qual a melhor tática política. REVOLTADA com a postura firme de Arnaldo Melo, que não quer se submeter aos apelos da sinhazinha, Roseana disparou seu arsenal de comunicação contra Arnaldo Melo.
Jornais, blogs e rádios ligados ao grupo Sarney dão a deixa. Quem leu os principais meios governistas hoje e ontem encontrou manchetes do tipo “Arnaldo Melo pode ficar inelegível” ou “Roseana só deixa o governo somente em abril” na tentativa de chantagear Arnaldo Melo a ceder e aceitar a imposição da candidatura de Luís Fernando na disputa pela eleição indireta.
A decisão depende apenas de Arnaldo Melo. Será que aceita ficar no governo e apoiar Luís Fernando em outubro, ficando inelegível? Ou será que ele tem poder de fogo suficiente para negociar junto a José Sarney a candidatura ao governo em outubro (já que Luís Fernando insiste em não subir nas pesquisas)?
Ser ou não ser governador biônico – eis a questão! E a resposta está nas mãos de Arnaldo Melo.
Do Marrapá, confira aqui!
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: