19 de fev de 2014

A hipocrisia humana: Ao menos 21 mortos durante confrontos na Ucrânia. Veja um manifestante pegando fogo literalmente

Confrontos que mataram ao menos 21 pessoas - entre eles nove policiais, um governista e 11 opositores - e feriram mais de 150 deixaram mais distante o fim da crise política que paralisa a Ucrânia há três meses.

Os choques renovados entre a polícia e manifestantes da oposição que exigem a renúncia do presidente Viktor Yanukovich desafiaram, ainda, a União Europeia (UE): o bloco já cogita impor sanções ao país em repúdio à escalada da violência que deixou em chamas a Praça da Independência, no centro de Kiev.

A UE tem papel central na crise ucraniana. As manifestações populares eclodiram no fim do ano passado, quando o governo Yanukovich, pró-Rússia, preferiu selar um acordo de aproximação com Moscou em detrimento do bloco europeu.

Agora, a oposição nacionalista ucraniana pressiona para que a UE intervenha em seu favor e puna o governo — o que coloca Bruxelas em rota de colisão com o Kremlin.


Saiu em  O Globo.
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Manifestante corre com parte do corpo em chamas em Kiev  Foto: A

Nenhum comentário: