16 de jan de 2014

Não abaixo a cabeça quando o Jornal Nacional exibe a pobreza e a miséria do meu Maranhão. Ao contrário, sinto ainda mais disposição de lutar contra o atual estado das coisas.


Não abaixo a cabeça quando o Jornal Nacional exibe a pobreza e a miséria do meu Maranhão. Ao contrário, sinto ainda mais disposição de lutar contra o atual estado das coisas. Quebremos a inércia! É possível mudar, desde que cada um faça a sua parte. Para quem não viu, segue a íntegra da reportagem do Jornal Nacional: "Maranhão é um dos piores estados nos índices sociais do país" http://goo.gl/XW9vys

Nenhum comentário: