19 de dez de 2013

Roseana Sarney é recebida com vaias na cidade natal de seu pai

Barra3

A governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB) visitou, ontem (18), a terra natal de seu pai, José Sarney, sendo recebida com vaias de centenas de manifestantes que a esperavam ansiosos no estádio Costa Rodrigues para cobrá-la pelas várias promessas não cumpridas pelo seu governo para a cidade de Pinheiro.

Entre os manifestantes estavam estudantes e um grupo de moto-táxi que cercaram os carros para o seu transporte em Pinheiro. A PM foi acionada para reprimir os revoltosos ocorrendo um princípio de tumulto e confusão generalizada no local.

Roseana chegou logo pela manhã, no helicóptero PP-PIT, é claro, e não poderia ser diferente, visto que há poucos meses a estrada Cujupe - Pinheiro foi interditado por um grupo de vereadores da baixada, liderados por ninguém menos que o próprio prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes (PMDB) e seu filho licenciado dep. Victor Mendes (PV), ambos enciumados  com recuperação da estrada realizada por uma construtora desconhecida. Assim, a governadora não precisou enfrentar os inúmeros buracos e a rebeldia do povo naquela estrada pelo descaso dado a região.

O prefeito cassado Filuca Mendes agendou a entrega de cestas básicas às famílias carentes no estádio Lourenço Farias para atrair a população e convidou a governadora para participar do evento. De lá ela saiu para a inauguração do Centro de Formação e Cultura Jose Sarney. E não estamos enganados, o nome do Centro é o nome do pai dela, localizado no bairro Antigo Matadouro. Além disso, anunciou a construção de uma nova rodoviária em Pinheiro, obra que não deixaram ser construída no governo do saudoso Jackson Lago.
1525701_513093055471851_1370090450_n
No seu discurso, a governadora culpou o ex-prefeito de Pinheiro, Jose Arlindo (PSB), por ter se afastado do seu governo e não aplicado os recursos dispensados ao município. Bom, mais se essa é a desculpa porque o governo encontrou saídas para aplicação de uma chuva de convênios no município no período eleitoral do ano passado.

Deveria explicar sim, cadê a fabrica de ventilador prometida; o que fizeram com o dinheiro do Viva Pinheiro; porque tirou os recursos que o governador Jackson assinou para construção de Hospital Regional; porque não temos boas universidades na cidade; porque não levou solução a miséria de Pinheiro nos seus governos anteriores.

Ademais, o desgaste da oligarquia não é só em Pinheiro, mas no Maranhão, Brasil e Mundo ( o nome Sarney é visto como sinônimo de tudo que é ruim e pior). O clã Sarney se mostrou ao longo de mais de quarenta anos incompetente e incapaz de promover as melhorias que o estado necessita. O Maranhão é o estado que apresenta os piores indicadores do Brasil.

E não para por aí.


Do Jornal Pessoal Ronald Coqueiro, confira aqui!
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: