12 de dez de 2013

PEREIRINHA E MAIS MEIA DÚZIA DE VEREADORES DEVEM SER PRESOS E CASSADOS NO ESCÂNDALO FINANCEIRO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS

Vereador-Pereirinha-2


Pelo menos o ‘eterno’ presidente da Câmara Municipal de São Luís, Antônio Pereirinha, e mais uma meia dúzia de vereadores deveriam ser presos e cassados no escândalo financeiro da Câmara. Isso se o Brasil fosse um país sério, mas as coisas estão mudando e a turma de Zé Dirceu que o diga.

A pressão da sociedade começa a aparecer via internet pela cassação dos malandros; e o escândalo de empréstimos junto ao Bradesco e para servidores teve como principal articulador o presidente da Câmara Municipal de São Luís, o licenciado Pereirinha, e o vice-presidente Astro de Ogum(PMN).

Também teriam se beneficiados os vereadores Ivaldo Rodrigues (PDT), Josué Pinheiro(PSDC) e Nato (PRP), além de outros.

O golpe foi perpetrado com a ajuda da ex-gerente do Bradesco, Raimunda Célia Abreu, que está foragida e com a prisão decretada. O inquérito da Polícia Civil apurou que o golpe rendeu pelo menos R$ 30 milhões, mas o volume pode ser muito maior, por conta dos vários anos em que foi aplicado.

Tentando tapar o sol com a peneira e salvar a própria cabeça, o presidente em exercício Astro de Ogum disse desconhecer qualquer tipo de esquema envolvendo a Câmara de São Luís, mas criou uma ‘comissão especial’ para apurar o escândalo, seguramente esperando jogar tudo para debaixo do tapete.

Por Waldemar Ter, confira aqui!

Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: