22 de nov de 2013

Comissão de Ética de Presidência da República rejeita denúncias do grupo Sarney contra Flávio Dino

Mais uma farsa armada contra Flávio Dino (foto) foi desarmada. Desta vez, foi  a Comissão de Ética Pública da Presidência da República que desmontou mais uma ação montada pelo grupo Sarney para tentar prejudicar Flávio Dino. 

Depois de verificar as denúncias feitas pelo grupo Sarney à presidência da República sobre a postura ética de Flávio Dino como membro do Governo Federal, a Comissão de Ética afirmou que Dino (hoje presidente da Embratur) não cometeu qualquer infração durante toda a sua atuação na presidência da Embratur.

O grupo Sarney apresentou, em 2012, uma série de acusações contra Flávio Dino, tentando prejudica-lo. Através do faz-tudo Chiquinho Escórcio, foram até a Comissão de Ética tentando contestar o trabalho de Flávio Dino como membro do Governo Dilma e a atuação política de Dino no Maranhão durante as eleições de 2012.

Porém, frustrando os planos da oligarquia que tenta a todo custo prejudicar seus desafetos, o relator pediu o arquivamento do processo por falta de fundamento na denúncia. O processo aberto durante as eleições de 2012 foi arquivado em novembro de 2013.

Na verdade, o que o grupo Sarney mais teme é a presença de Flávio Dino no Maranhão porque sabe da consistência das propostas apresentadas por ele, bem como do poder de mobilização social que ele tem apresentado em seus Diálogos pelo Maranhão. Líder nas intenções de voto, Flávio Dino é uma grande ameaça aos planos de perpetuação da família Sarney no poder.

Do Blogue Jorge Vieira, confira aqui!
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: