6 de mai de 2014

Inteligência artificial: o fim da humanidade

Para Stephen Hawking, a inteligência artificial pode erradicar as doenças e a pobreza, mas, por outro lado, é capaz de destruir os seres humanos.
 
Precisamos olhar com mais atenção para a criação da inteligência artificial, diz Stephen Hawking / Vice Presidency of Ecuador/AFP
O novo sucesso de público nas telonas, "Transcendence" (Transcendência, em tradução livre), com os atores Johnny Depp e Morgan Freeman, apresenta visões conflitantes para o futuro da humanidade. A partir dele, é tentador descartar a noção de máquinas altamente inteligentes como mera ficção científica. Porém, conforme artigo do físico Stephen Hawking, publicado no Independent, isso seria um erro - o pior erro da história. Hawking afirma que a criação da AI (inteligência artificial) pode culminar no fim da humanidade. 

A pesquisa em torno da AI está progredindo rapidamente. Os marcos mais recentes, como carros autocondutores, por exemplo, são apenas sintomas de uma corrida armamentista de IT (Tecnologia da Informação), alimentada por investimentos sem precedentes e a construção de uma base teórica cada vez mais madura. Stephen Hawking diz que estes feitos recentes não serão nada comparados ao que as próximas décadas trarão.

Os benefícios que a criação da AI poderia trazer são enormes. Hawking aponta que tudo o que a civilização tem para oferecer é um produto da inteligência humana. A erradicação da guerra, das doenças e da pobreza estariam no topo da lista destas possibilidades incríveis. A criação da inteligência artificial seria o maior evento da história humana. Porém, ele também poderia ser o último, a menos que aprendamos a evitar os riscos.

No curto prazo, os militares mundiais consideram sistemas autônomos de armas que podem escolher e eliminar alvos - a ONU (Organização das Nações Unidas) tem defendido um tratado que proíba estas armas. Em médio prazo, como enfatizam Erik Brynjolfsson e Andrew McAfee em "The Second Machine Age" (A Segunda Era da Máquina, em tradução livre), a inteligência artificial pode transformar nossa economia e trazer tanto uma grande riqueza quanto um enorme deslocamento.

Não há limites para o que pode ser alcançado a partir da AI, mas Hawking diz que precisamos olhar para os pontos positivos e negativos da criação desta incrível tecnologia com mais atenção.
Com BandNotícias.
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: