5 de mai de 2014

Força Sindical denuncia ameaça de morte de sindicalista por parte do secretário de Educação, em Gonçalves Dias






  Comitiva de Sindicalistas recebida pelo Prefeito, Vilson Angrde, o terceiro sentado da esquerda para a direita ao lado de Relvis Sobrinho, o segundo da esquerda pra a direita em pé e mais Frazão, presidente estadual da Força Sindical


O município de Gonçalves Dias no Maranhão, localizado na região central do estado, à cerca de  365km da capital São Luís,   foi sacudido recentemente,  por  mais um acontecimento desagradável, quando no dia 21 de Abril de deste, o jovem sindicalista, Relve Marcos Moraes Sobrinho, que é presidente do Sindicato dos Professores e Servidores Públicos daquele  município Sintespem, fora ameaçado de morte na sede do próprio Sindicato, pelo elemento conhecido como, Ronaldo Alves da Costa, que segundo consta, é atualmente secretario de educação do município.

O fato só veio a público agora no início de Maio e de acordo com o que apurou a reportagem, Relve Sobrinho, como dirigente sindical e representante legal dos professores da rede municipal de ensino em Gonçalves Dias, vinha  fazendo duras e severas críticas à gestão do atual secretário da pasta da educação daquela municipalidade, Ronaldo Alves da Costa, que segundo fomos informado, este como gestor não gosta de ser criticado.  O fato o  teria deixado  bastante  irritado com o sindicalista e para ir  a forra, o mesmo resolveu ir  pessoalmente  a sede do  Sindicato, intimidar Relve Sobrinho e  ameaça-lo  de morte, segundo algumas testemunhas.

Entre outros impropérios proferidos contra o sindicalista por Ronaldo Alves, este  teria dito ao Relve, que, gente muito mais importante que ele,  já teria morrido em Gonçalves Dias, quanto mais um cachorro como ele! Portanto tire o meu nome de sua boca, me esqueça, teria concluído Alves, a ameaça.  Amedrontado, Relve Sobrinho procurou de imediato, registrar uma ocorrência policial e para isso dirigiu-se imediatamente a delegacia regional da cidade Presidente Dutra, distante a 64 km  de Gonçalves Dias para registrar o fato, já que não existe delegado de polícia no município.

Uma ameaça dessa forma, não atinge só um bravo companheiro de luta, mas todo o movimento sindical maranhense e brasileiro, disse Ivaldo Passos, presidente do Sintespem Regional com sede em Presidente Dutra/Ma, que esteve em Gonçalves Dias, para dar apoio ao seu companheiro Relve Sobrinho.  Ivaldo estava  acompanhado de uma comitiva composta por mais  de mais de vinte dirigentes sindicais da região e do estado, incluindo o presidente da Força Sindical no Maranhão Frazão Oliveira e Givan Bezerra, presidente da FETRACSE/MA. A comitiva de sindicalistas também fora recebida pelo prefeito, Vilson Andrade, (terceiro na foto, da esquerda para direita, sentado e Relve Sobrinho, o segundo da foto em pé, com os demais membros da comitiva) em sua residência, a quem foram denunciar o fato e solicitar deste, tomadas de providencia, contra o auxiliar truculento.

  MUNICÍPIO COM LONGO HISTÓRICO DE VIOLÊNCIA:
Segundo depoimentos de moradores locais e dados da secretaria de segurança pública do Maranhão, Gonçalves Dias é um destacado município do estado, quando o assunto é violência exacerbada, amparada pelo manto da impunidade. Consta que nos últimos meses no muniçípio, duas residências  foram crivadas de balas, recebendo mais de 20 tiros cada, inclusive a casa de um ex prefeito local e tudo  ficou por isso mesmo.
 
Os  disparados foram efetuados supostamente por pistoleiros locais, disse um morador da cidade, que não quis se identificar. O município vem também registrando nos últimos meses, uma série de assassinatos orquestrados, sem que a polícia  tenha se  debruçado  para investigar as causas e punir os assassinos, disse Relve Sobrinho, o sindicalista, que  hoje também é ameaçado de morte, pelo secretário municipal de educação, Ronaldo Costa.

Da assessoria.
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

 

Nenhum comentário: