16 de fev de 2014

Mariana Castro: As desgraças do maior trem do mundo representado no Congresso do MST


Em um dos momentos da mística da região Amazônica no Congresso Nacional do MST, denunciamos as desgraças do maior trem do mundo junto ao poema de Drummond: "Lá vai o trem maior do mundo. Vai serpenteando, vai sumindo. E um dia, eu sei, não voltará...
pois nem terra nem coração existem mais".

Nenhum comentário: