11 de jan de 2014

Roberto Rocha: “Maranhão não é pobre. É injusto, desigual e com muitos pobres”

roberto

O vice-prefeito Roberto Rocha (PSB) comentou em sua página no Facebook, a declaração da governadora Roseana Sarney (PMDB), de que o Maranhão é um estado pobre. Em uma análise lúcida, o vice-prefeito afirmou que em números absolutos, o Maranhão de fato, é rico. Porém, a distribuição dessa riqueza é que faz com que o estado seja empobrecido.
Roberto diz que de fato o PIB do Maranhão cresce, porém, “não inclui as pessoas, os maranhenses, que a governadora tem a obrigação de cuidar”.
Maranhão Rico, povo pobre
Por Roberto Rocha
Na realidade, o Maranhão não é, e nunca foi, um estado pobre. É empobrecido!
Injusto e desigual, e com muitos pobres.
A governadora se refere ao PIB Absoluto.
O Produto Interno Bruto é a soma de todos os serviços e bens produzidos num período (mês, semestre, ano) numa determinada região (país, estado, cidade, continente).
Sucede que a maior parte dessa produção é de produtos primários e semi-elaborados, ou seja, soja, minério, alumínio e alumina. Todos exportados ‘in natura’, sem nenhuma agregação de valor.
Aumenta o PIB, é verdade, mas não inclui as pessoas, os maranhenses, que a governadora tem a obrigação de cuidar.
Quando dividimos esse PIB pela população, encontramos o PIB per capita(por pessoa), a chamada renda per capita. Aí que a coisa pega…
E não é possível que Roseana, depois de tanto tempo no poder, quatro mandatos de governadora, não saiba disso.
Com Blogue  .
Enviado por Eri Santos Castro.
Compartilhe.

Nenhum comentário: