11 de mar de 2015

Marina reaparece e se coloca contra o impeachment da presidenta Dilma

"Marina reaparece e se coloca contra o impeachment da presidenta Dilma
www.erisantoscastro.blogspot.com.br

A ex-candidata a presidenta da República Marina Silva (PV) falou hoje na Universidade de Harvard (EUA) que é contra o impeachment da presidenta Dilma. "A coalizão governista está irremediavelmente fraturada. Nenhum remendo pode salvá-la. Só a mudança com a Reforma Política profunda com o fim do financiamento privado de campanha e a punição com a prisão de todos os corruptos são os saídas razoáveis da atual crise”, comentou Marina."
A ex-candidata a presidenta da República Marina Silva (PV) falou hoje na Universidade de Harvard (EUA) que é contra o impeachment da presidenta Dilma. "A coalizão governista está irremediavelmente fraturada. Nenhum remendo pode salvá-la. Só a mudança com a Reforma Política profunda com o fim do financiamento privado de campanha e a punição com a prisão de todos os corruptos são os saídas razoáveis da atual crise”, comentou Marina.

Segundo ela, "a corrupção não é um problema da Dilma, do Lula, do Fernando Henrique, nem do Collor, nem do Sarney. É um problema nosso (da sociedade).

E que, "enquanto se achar que o problema é deles, vamos continuar tendo esse problema". 
A ex-ministra comparou a questão com a escravidão e a ditadura, que, segundo ela, só acabaram quando a sociedade encarou o problema e agiu para solucioná-lo.
Marina, no entanto, criticou o atual governo de Dilma Rousseff e o do antecessor Luiz Inácio Lula da Silva, do qual fez parte. Ela disse ficar "triste de ver o mundo se recuperando e o Brasil em recessão, se estagnando".
Para ela, se "o governo não tivesse tratado a crise em 2008 como 'marolinha', talvez o País estivesse melhor".
Com assessoria.

Nenhum comentário: